coração

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

As bem – aventuranças do casamento.


"Bem-aventurado o casal que continua a demonstrar carinho e consideração um com o outros depois que a empolgação dos primeiros anos passou.
Bem-aventurado o casal que é educado e cortês um com o outro como eles são com seus amigos.
Bem-aventurados são aqueles que tem senso de humor, pois este atributo é um grande “amortecedor de choques”.
Bem-aventurados são aqueles que amam seus companheiros mais do que qualquer outra pessoa no mundo e que cumprem com alegria seus votos de casamento com uma vida inteira de fidelidade e respeito mútuos.
Bem-aventurados são aqueles que alcançam a paternidade, pois os filhos são herança do Senhor.
Bem-aventurados os que se lembram de agradecer a Deus por sua comida antes de tomá-la, e que separam tempo para a leitura de Bíblia e oração diariamente.
Bem-aventurados os cônjuges que nunca levantam a voz para o outro e que fazem de seu lar um lugar onde palavras desencorajadoras são pouco ouvidas.
Bem-aventurado o casal que fielmente vai a igreja e que trabalha junto para a expansão do reino de Deus.
Bem-aventurado o marido e a esposa que sabem lidar com suas diferenças e se ajustam sem a interferência dos parentes.
Bem-aventurado é o casal que tem um completo entendimento das finanças e que conseguiu uma parceria perfeita onde todo o dinheiro está sob o controle dos dois.
Bem-aventurados são o esposo e a esposa que humildemente dedicam suas vidas e seu lar a Deus e que praticam seus ensinamentos sendo leais, amorosos e não egoístas."
Autor: L. Roberto Silvado

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Loja de Deus.


"Um homem à procura de um presente diferente entrou em um estabelecimento, cuja placa dizia "Loja de Deus". 

Assim que entrou, deparou com um anjo no balcão. Maravilhado, o homem perguntou: 

- Santo anjo do Senhor, o que vendes? 

- Todos os dons de Deus! - respondeu o anjo sorridente. 

- E custa muito caro? - perguntou o cliente. 

- Não! É tudo de graça! - foi a resposta. 

O homem contemplou a loja e viu jarras e vidros de fé, pacotes de esperança, caixinhas de salvação e sabedoria e muitas mais... 

Tomando coragem pediu: 

- Por favor! Quero muito amor de Deus, todo o perdão Dele, um vidro de fé, bastante felicidade, umas caixinhas de esperanças e vou querer levar também a salvação eterna para mim e para toda minha família. 

Então, o anjo preparou um pequeno embrulho que cabia na palma da mão e, curioso, o homem perguntou: 

- É possível tudo isso que pedi, aqui nesse pequeno embrulho? Eu pedi tanta coisa!... 

Sorridente o anjo respondeu: 

- Meu querido, na loja de Deus, não vendemos frutos, apenas sementes.!"

Deus está falando com você.


Um homem sussurrou: Deus fale comigo.

E um rouxinol começou a cantar mas o homem não ouviu.

Então o homem repetiu:

Deus fale comigo!

E um trovão ecoou nos céus, mas o homem foi incapaz de ouvir.

O Homem olhou em volta e disse:

Deus deixe-me vê-lo

E uma estrela brilhou no céu, mas o homem não a notou.

O homem começou a gritar:

Deus mostre-me um milagre

E uma criança nasceu, mas o homem não sentiu o pulsar da vida.

Então o homem começou a chorar e a se desesperar:

Deus toque-me e deixe-me sentir que você está aqui comigo…

E uma borboleta pousou suavemente em seu ombro

O homem espantou a borboleta com a mão e desiludido continuou o seu caminho triste, sozinho e com medo.

Até quando teremos que sofrer para compreendermos que Deus está sempre aonde está a vida?

Até quando manteremos nossos olhos e nossos corações fechados para o milagre da vida que se apresenta diante de nós em todos os momentos?

(Tradução e adaptação do Livro By San Etioy )

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Deus é amor.


"Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança, porque neste mundo somos como ele. No amor não há medo; ao contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor." 

                     ( 1 João 4: 16-18 )

Aprendamos com esses sinais divinos..


"Esse menino sorridente nasceu prematuro, dá pra acreditar com um sorrisão deste? Prematura deve ser nossas iniciativas de em tudo querer fazer a vontade de Deus e buscar, através desta, ser feliz. Devemos nos tornar prematuros para perdoar mais do que o tempo do ressentimento, para amar mais do que odiar e para sorrir mais do que lamentar. Aprendamos com esses sinais divinos que mesmo nas adversidade o Senhor nos quer superando, avançando e sorrindo. Nossa vida pode se converter num extraordinário testemunho de alegria e superação, é só não ficarmos lamento os infortúnios que nos acontecem. Vivamos a alegria de estarmos vivos e abertos a tantas possibilidades nesta vida. Eu amo viver e quero continuar a ser presença que edifica!"

                            ( Edson Oliveira Lima )

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

"Um senhor de idade foi morar com seu filho.


A Tigela de Madeira
"Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade.
As mãos do velho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos  vacilantes.
A família comia reunida à mesa. Mas, as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam na hora de comer.
Ervilhas rolavam de sua colher e caíam no chão.
Quando pegava o copo, leite era derramado na toalha da mesa.
O filho e a nora irritaram-se com a bagunça.
– “Precisamos tomar uma providência com respeito ao papai”, disse o filho.
“Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente comendo com a boca aberta e comida pelo chão.”
Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha.
Ali, o avô comia sozinho enquanto o restante da família fazia as refeições à mesa, com satisfação.
Desde que o velho quebrara um ou dois pratos, sua comida agora era servida numa tigela de madeira.
Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, às vezes ele tinha lágrimas em seus olhos.
Mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram admoestações ásperas quando ele deixava um talher ou comida cair ao chão.
O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio.
Uma noite, antes do jantar, o pai percebeu que o filho pequeno estava n o chão, manuseando pedaços de madeira.
Ele perguntou delicadamente à criança:
– “O que você está fazendo?”
O menino respondeu docemente:
– “Oh, estou fazendo uma tigela para você e mamãe comerem, quando eu  crescer.”
O garoto de quatro anos de idade sorriu e voltou ao trabalho.
Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que eles ficaram mudos.
Então lágrimas começaram a escorrer de seus olhos.
Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito.
Naquela noite o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente conduziu-o à mesa da família.
Dali para frente e até o final de seus dias ele comeu todas as refeições com a família.
E por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando um garfo caía,  o leite era derramado ou a toalha da mesa sujava."
Para refletir: Na pureza de uma criança podemos tirar grandes ensinamentos. Que possamos refletir as atitudes que temos com as pessoas e ver se o que estamos fazendo é certo. Nossas ações são exemplos, exemplos a serem seguidos. Por isso amigos sempre lembrem-se que amanhã pode ser você, portanto cultive coisas boas e será recompensado.

sábado, 22 de outubro de 2016

O amor é o mesmo.


Desde o dia que eu te vi a mais de trinta anos, o amor é o mesmo. Meu coração ficou sorrindo o dia inteirinho. Hoje se eu te encontrasse novamente a minha vida transbordaria de muitas bençãos até o dia que eu voltasse para os braços de Deus!

                          - Eunice Alves-

Os dois celeiros.


 "Dois rapazes moravam na mesma fazenda quando o pai morreu.

O que era solteiro ficou morando na casa em que o pai morreu.

O casado morava  na casa ao lado.

Eles tinham uma plantação imensa de arroz e um celeiro em comum, e combinaram de trabalhar juntos e dividir tudo.

Colheram dezenas de sacos de arroz, metade para um e metade para o outro, e assim fizeram dois celeiros.

Fizeram uma boa colheita, estavam com os depósitos cheios.

No final da tarde, o irmão solteiro começou a pensar que aquela divisão não estava certa.

Pensava: *“Eu sou solteiro e meu irmão é casado, tem mulher e filhos. Ele precisa de mais arroz que eu, pois sou sozinho.”*

À noite, ele se levantou, foi ao celeiro dele, pegou um saco de arroz, escondido, e colocou no celeiro do irmão.

O irmão acordou na manhã seguinte e começou a pensar:

*“Essa divisão não está justa, pois sou casado, tenho minha mulher e meus filhos. E eles vão crescer e poderão me ajudar. Mas meu irmão, coitado, ele é sozinho. E se ele não casar, não vai ter ninguém por ele. O certo é ele ganhar uma parte a mais que eu.”*

Levantou, foi ao seu celeiro, pegou um saco de arroz e colocou no celeiro do irmão.

E assim foram vivendo: a cada colheita, um levava uma parte a mais para o outro.

Só não entendiam como é que sempre ficava a mesma quantidade para cada um.

Uma  bela noite, o relógio biológico se confundiu.

Horário de verão e os dois se levantaram na mesma hora e se encontram no meio do caminho.

Um olhou para o outro. Colocaram o arroz no chão, se abraçaram, e choraram.

A partir daquele dia, fizeram um único celeiro.

É preciso partilhar os dons, é preciso dinamizar.

Para quem pensa só em si resta somente a estagnação.

É preciso frutificar os dons.

Peça ao Senhor a graça de fazer a experiência do Amor infinito, que divide, que cura e transforma sua história.

*Dá-me, Senhor, a graça de aprender partilhar.* Amém!"

(Buscai em PRIMEIRO lugar as coisas de Deus e as demais lhe serão acrescentadas)

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

O HOMEM E A MULHER;


"O homem é a mais elevada das criaturas;
A mulher é o mais sublime dos ideais.
O homem é o cérebro;
A mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz;
O coração, o AMOR.
A luz fecunda, o amor ressuscita.
O homem é forte pela razão;
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.
O homem é capaz de todos os heroísmos;
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.
O homem é um código;
A mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.
O homem é um templo; a mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o sacrário nos ajoelhamos.
O homem pensa; a mulher sonha.
Pensar é ter , no crânio, uma larva;
Sonhar é ter , na fronte, uma auréola.
O homem é um oceano; a mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago, a poesia que deslumbra.
O homem é a águia que voa;
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a alma.
Enfim, o homem está colocado onde termina a terra;
A mulher, onde começa o céu."


              ( Victor Hugo )

SOBRE O AMOR.


"O amor
Que te adoça e te acalma...
O amor
Que faz tudo ficar fácil e tranquilo...
O amor
Que te manda para frente com a verdade da alma...
O amor
Que te põe na luz serena do caminho..."


                 (Mozart Barbosa )

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Para Refletir:


Para Refletir:

CARTA A UM JOVEM

Caro jovem, quero que você me ouça antes de me usar.

Quero que você me conheça, que saiba quem sou eu, o que faço, como me comporto dentro das pessoas, como você irá se sentir depois do meu contato, da minha ilusão.

Eu não tenho nome e nem sobrenome. Sou batizada a toda hora e a todo instante por aqueles que me usam.

Não tenho amigos, pois consigo destruir todos aqueles que se aproximam de mim. Quando não o faço completamente, eu os deixo sem cérebro, sem coração e sem pensamento.

Os que me tomam como companheira são aqueles de coração amargurados, abandonados por todos, aqueles que se sentem só e que procuram em mim uma fuga para seus problemas, fuga ilusória e dolorosa.

Um dos meus contatos preferidos são as veias.

Através delas eu consigo mergulhar em seu sangue, que me levará a uma viagem por todo o seu corpo.

Atravesso seus membros, canais e artérias. Passo pelo sistema nervoso, deixando aí a minha marca. Enquanto eu passeio, você vive as ilusões...

Através desse rio de sangue eu consigo atingir o cérebro e aí a minha marca é mais forte, pois no cérebro vou roubar o pensamento, a memória, a razão. Por fim descerei até o coração e você saberá realmente quem sou. Aliás, não sei se haverá tempo para isso, pois talvez você já estará morto.

Pronto, já lhe contei minha história. Estou pronta para lhe tirar a paz, a liberdade e a vida.


Atenciosamente: A Droga

#PalavraDeVida.


#PalavraDeVida: “SABER TIRAR DO TESOURO COISAS VELHAS E NOVAS” (Mt 13, 47-53) 

Vamos convivendo e crescendo num mundo confuso, onde, lado a lado, estão o trigo e o joio, estão os peixes bons e os peixes ruins, estão as coisas velhas e as coisas novas. Deus nos pede paciência, tolerância, sabedoria e discernimento. Afinal, nenhum de nós pode dizer que, no nosso coração, só existem coisas boas - o mundo é um espelho do que, muitas vezes, é o coração de cada um de nós. No mesmo coração que há sentimentos generosos, bondosos; gestos de bondade e de ternura e há também coisas maldosas e há sentimentos negativos. Há muita confusão, mentiras e falsidades dentro de nós. E o que nós percebemos? Que Deus, em Sua infinita misericórdia, vai nos lapidando, nos lavando e nos renovando se nós nos deixarmos ser tocados, renovados e transformados por Ele. Como Deus age em nosso coração, Ele também age no mundo: quantas pessoas você conhece e que “não valiam nada”, e Deus Pai, em Sua infinita misericórdia, as salvou, as renovou e as transformou? Eram “peixes de péssima qualidade” e foram transformados pelo poder da Palavra de Deus! Paciência, nem todo peixe ruim se transforma num peixe bom, mas no Reino de Deus, quando nós cremos, o joio pode ser transformado em trigo! A paciência gera muitos frutos de conversão, continuemos trabalhando intensamente para renovar, purificar, santificar o mundo e o nosso coração. Quem se reconciliou com o passado, serve-se dele para testemunhar os atos de amor do momento presente. Contar experiências da Palavra é dar testemunho de mudança através de coisas concretas. Somos discípulos do Reino dos Céus. Fonte: adaptado dehttp://homilia.cancaonova.com/homilia/que-deus-santifique-o-mundo-e-o-nosso-coracao/ ewww.fazenda.org.br.

domingo, 16 de outubro de 2016

Por que choras?...


"É possível ouvir as palavras que o coração murmura...
Por que choras?... Se eu pudesse, faria, das suas lágrimas, brisas
de alegria, doçura e encanto. Pediria ao sol que nunca deixasse
de brilhar sobre seus campos, que deveriam ser cobertos de
flores pelas manhãs.
A vida é assim, ora alegre, ora triste, carregada de ilusões.
Mas não podemos deixar que nossa alma se abata dentro
de nós e nos deixe tristes. Ela tem que ser carregada de esperança,
livre de barulho insensato.
As tardes,temos que colorir com flores, muitas flores. E
quando a noite cair, o nosso céu tem que ser coberto de estrelas
brilhantes, que reflitam, no nosso intimo, toda a beleza de
uma noite enluarada.
Ter asas para alcançar os sonhos mais doces e enfeitar
a estrada, em que caminhamos com estrelas douradas, é não
permitir que nossa alma se entristeça. E assim seguiremos
aprendendo a reinventar nosso sorriso."

Marilina Baccarat de Almeida Leão, no livro "Pelos Caminhos do Viver"

Alguém me aqueceu.


Olá! Final de domingo... A chuva chegou! Estava sendo aguardada há dias. Passando para desejar ‘Boa Noite’ e desejar que a semana seja abençoada! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço! Segue crônica do Correio Riograndense!
'Alguém me aqueceu
A manhã era admiravelmente ensolarada. A disposição não podia ser melhor. Há tempo havia agendado esse compromisso numa grande empresa de um município vizinho. Confidenciaram-me, minutos antes do evento, que eram mais de mil funcionários: abertura da semana interna de prevenção de acidentes de trabalho. Praticamente todos estavam sentados. Olhares atentos. Quando há expectativa, o coração, imagino eu, pulsa mais intensamente. A responsabilidade é sempre grande, independentemente do número de participantes. Afinal, todos merecem ouvir algo significativo.
Apesar do sol, um insistente vento frio não dava trégua. Os que estavam sentados tinham a opção de encolher-se e até de proteger-se mutuamente. O mesmo acontecia com os demais que se recostavam nos muros da construção. O placo, improvisado para aquele momento, estava em evidência, para facilitar a visualização de todos os presentes. O vento chegava com sua natural velocidade, sem nenhum intervalo. Enquanto dirigia as palavras preparadas para a abertura da referida semana, o frio percorria as entranhas.
Para a minha surpresa, alguém se aproxima, sem nenhum movimento que chamasse a atenção dos presentes e me ajuda vestir uma jaqueta com o logotipo da empresa. A sensação de aquecimento foi redobrada: além da temperatura do corpo, senti o calor da solidariedade e da ternura. Para que não percebessem a emoção, acabei brincando com o público presente. De fato, não existe nada mais comovente do que um gesto de bondade. A agressividade assusta, o amor simplesmente transborda de ternura o semblante e o coração. Quão maravilhosa seria a vida se as pessoas fossem capazes de viver a fidelidade ao amor. Não faltariam surpresas.
Viver é surpreender: um pedaço de pão, um copo de água, um sorriso, um agasalho, um afago, um olhar demorado. O amor não envolve quantidade, mas não dispensa intensidade. Não faltam oportunidades. As atitudes, porém, parecem tímidas. Algumas pessoas precisam de palcos e de plateia. Outros vivem autenticamente: espalham amor no anonimato de infinitos gestos. Guardarei para sempre aquela jaqueta. Ela será muito mais do que uma peça de roupa. Fará parte das muitas histórias que estão gravadas em meu coração. Um dia poderei contar: eu estava com frio e alguém me agasalhou. Faz bem fazer o bem."
 ( Tirada da linda página de Frei Jaime Bettega )

sábado, 15 de outubro de 2016

Só Deus pode restaurar.


"Só Deus pode restaurar o que se quebrou em sua vida, só o amor de Deus pode te tirar da tristeza que sente agora e criar algo maravilhoso em sua vida. Deus é bom e misericordioso, e ele não pede nada em troca, pede apenas que o você ame e confie nele.

Só Deus pode trazer paz para aquilo que lhe aconteceu no passado, só Deus pode trazer um sentido para a sua vida no presente e a esperança no futuro. Os planos de Deus para nós são muito maiores do que os nossos sonhos. Nós, com a nossa pouca sabedoria humana, não sabemos dar o devido valor naquilo que realmente importa na vida, mas Deus, as vezes à duras pedras, nos mostra o que é importante de verdade.

Quando você estiver triste, feche os olhos, fique em silêncio e se aproxime de Deus. Quando oramos, nós falamos com Deus, mas quando meditamos, permitimos que Deus fale conosco, e é preciso saber sentir as palavras de Deus em nossa vida." 

Se você confia em Deus, não há o que temer!


                     ( Autor Desconhecido )

Momentos Difícil


"Há momentos em nossas vidas em que o mundo parece estar parado. Tudo parece estar distante de nós, ou quem sabe, nós parecemos estar distantes de tudo. Momentos onde nos sentimos vazio, mesmo estando rodeado de pessoas. Momentos onde nada parece ser tão importante, tudo parece ter perdido o seu sentido.

As coisas parecem estar todas foras do lugar, no peito uma dor, um aperto, uma aflição sem um por quê aparente. Bate uma forte vontade de sumirmos. Uma falta de um algo que nem mesmo sabemos o que é. Um desejo muito forte de nos refugiar e nos reservar em um lugar isolado, distante, bem distante! Um desejo de se calar, uma vontade involuntária de chorar… De gritar…

Neste momento os desesperos nos sobrevém com muita intensidade e parece ser mais forte que nós mesmos. Nossas forças se esgotam diante da “força” de nossas fraquezas! É difícil, muito difícil permanecer inabalável diante das circunstâncias adversas. Nessas horas, precisamos de uma palavra de conforto, mas tudo parece ser muito complexo, ninguém encontramos, pensamos estar a sós…

Chegamos a pensar até que Deus está insensível aos nossos pedidos. As dificuldades parecem ser gigantes, poderosas, indestrutíveis. O nosso sorriso se esconde, perde seu brilho natural. E esses nossos olhos confinantes, nos entregam, demonstrando escancaradamente o que estamos passando. Hum, esses nossos olhos… Reveladores, eles não mentem. Mesmo que de nossos lábios saiam palavras
contraditórias, as nossas realidades, esses nossos olhos nos entregam, não nos deixam mentir.

Depois dos nossos olhos reveladores, vem o outro nosso grande revelador de segredos, o silêncio. Esse que é capaz de nos falar intimamente. Ele que às vezes fala mais do que muitas palavras, ele que vem acompanhado da tristeza, que nos faz calar, demonstrando a ausência de coisas e momentos bons a serem compartilhados e contados com entusiasmo. E em nós, só nos vem o pensamento de perder e o medo pelo porvir, um medo do amanhã, onde parece que nossos sonhos se frustraram, que jamais se realizaram… Nunca mesmo!

As forças se acabam, o dia escurece e perde todo o seu esplendor. O sol parece não mais esquentar, a lua parece não mais iluminar, o caminho parece não ter fim. Em nossos caminhos os obstáculos aparecem ainda mais altos a cada novo passo. Os espinhos vem nos ferir, as pedras nos fazer tropeçar. Tropeçar e cair em um buraco profundo, para um lugar aparentemente sem fim, para um lugar escuro, frio, assustador, onde caímos e lá ficamos, até que alguém nos veja e nos socorra.

Estando nós lá, após passarmos por tantas dificuldades e por provas intensas, é que paramos para analisar a cada situação minuciosamente, o lugar onde paramos para refletir sobre tudo que já se passou em nossas vidas… Aí então, concluímos que este buraco foi o melhor lugar por onde passamos. Mas como assim? Estamos neste buraco sim! Mas ainda não foi lançada terra sobre ele e se lançada, com ela podemos subir. Se a cada grão de terra lançada continuarmos em movimento, em busca da superfície, pisoteando sempre, jamais ficando parado, senão seremos assim soterrados!

E enquanto isso, podemos perceber que todas as dificuldades não passaram de crescimento e amadurecimento para nossas vidas. Que as feridas que nos foram feitas não produziram morte, mas sim a vida. Que não abateram, mas exaltaram. Nos trouxeram lições de vida e nos mostraram que somos fortes o suficiente para superarmos tudo nesta vida. Que somos mais fortes do que imaginamos, que as dificuldades podem ser pedras de obstáculos ou degraus de uma escada, depende de como as encaramos.

E refletimos que temos motivos muito maiores pra sorrir do que pra chorar. Que podemos ler tudo isto, ou seja, nós enxergamos, falamos, andamos, sentimos… Temos e podemos respirar ar puro e esbanjamos saúde perfeita. E percebemos o principal: que nada merecemos, mas que existe um ser que nos ama incondicionalmente, que nos perdoa sempre, com um amor e carinho inefável. E que nunca, jamais, nos deixou de oferecer tal amor, mesmo sendo nós imerecedores.

Um que nos ama, sem má interpretação. Um que nos ama, sem pedir nada em troca, nada diante de tudo que nos oferece. Nenhum absurdo em merecimento do seu amor, deste amor maravilhoso que ele nos concede! Amor sem injustiças, ciúmes, amor este sem sombra ou variações de dúvidas. Aquele que nos amou primeiro, que nos amou e pronto! E de volta só nos pediu uma coisa: “Aceite meu Amor”. Cabe a nós, somente a nós, sermos justo e gratos a Ele, a este que nos oferece de bom grado, imerecidamente tamanho amor.

Aceitar ou não o seu pedido, aceitar ou ignorá-lo, ai é conosco. O que eu e você estamos esperando? Ele é o refúgio eterno, socorro bem presente, amigo fiel, aquele que tem amor inexplicável para nos dar, amor incondicional, maravilhoso, forte. Você já viu ou ouviu amor maior que este? Creio que não. Duvido muito, pois não existe. Ele deu a vida por mim e por você!

Em meio a todos os momentos difíceis ele te diz:

"Estarei contigo todos os dias até à consumação dos séculos. Não temas, porque eu estou contigo! Chamei-te pelo teu nome. Tú és meu. Se passares pelas águas, estarei contigo e quando passares pelos rios, eles não te submergirão. Quando passares pelo fogo, a chama não arderá em ti."

Ele te ama, ele te chama. Tu queres ser amado? Decida-"


               ( Desconheço o Autor )

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Quando sentir vontade de sorrir.


"Quando sentir vontade de sorrir, olhe para uma criança e veja que sorriso lindo que ela tem.
Quando sentir vontade de chorar, olhe para um deficiente e veja que sorriso belo que ele tem apesar de sua deficiência.
Quando se sentir triste, olhe para trás, e veja quantas coisas boas você construiu.
Muitas vezes, deixamos de olhar para as coisas mais simples da vida, que nos dão prazer, para nos apegar a coisas fúteis sem nenhum valor.
Quando se sentir só, pense em Deus, e você não estará mais só.
Quando alguém te magoar, não retribua, apenas deseja que ele seja feliz.
Quando um mau pensamento surgir, ore, e você terá a bênção do céus.
Colhe todos os sentimentos bons que você tem e coloquem em um só versículo e leia com atenção, e você vai sentir a força das palavras bem ditas.
Quando você pensar em não mais existir, lembre se, você não tem esse poder.
Quando você pensar que tudo se acabou, é porque você não olhou a luz que veio lá de cima, para te cobrir.
A existência faz parte da vida.
Se há vida, então existimos.
Se existimos, é porque há vida!"
                                      (Autor: Izaura N. Soares)

E assim, depois de muito esperar.


"E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar...
Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.
Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.
Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.
Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar.
Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde.
Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer."


  (WALT DISNEY  - Tirado da linda página de Frei Diêgo Melo )

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O Encontro Entre Deus e um Anjo.


"Muito tempo atrás, depois de o mundo ser criado e da vida completá-lo, houve um dia, numa tarde de céu azul e calor ameno, um encontro entre Deus e um de seus incontestáveis anjos.

Acredita? Deus estava sentado, calado, sob a sombra de um pé de jabuticaba. Lentamente, sem pecado, erguia suas mãos e então colhia uma ou outra fruta. Saboreava sua criação divina, adocicada. Fechava os olhos e pensava, permitia-se um sorriso piedoso. Mantinha seu olhar complacente.

Foi então que das nuvens um de seus muitos arcanjos desceu e veio em sua direção Você já ouviu a voz de um anjo? É como o sussurro da brisa. Ele tinha asas lindas, brancas, imaculadas. Ajoelhou-se aos pés de Deus e disse:

- Senhor, visitei a sua criação como pediu. Fui a todos os cantos, estive no sul, no norte, no leste e oeste. Vi e fiz parte de todas as coisas. Observei cada uma de suas criaturas humanas. E por ter visto isto, vim até o senhor para tentar entender: por quê? Por quê cada uma das pessoas sobre a terra tem apenas uma asa? Nós anjos, temos duas. Podemos ir até o amor que o senhor representa sempre que desejarmos. Podemos voar para a liberdade sempre que quisermos. Mas o humano, com sua única asa, não pode voar, não pode voar com apenas uma asa.

Deus, na brandura do seu gesto, respondeu pacientemente ao anjo:

- Eu sei disso, sei que fiz os humanos dessa forma.

Intrigado com a consciência absoluta de Deus, o anjo queria entender e perguntou novamente:

- Mas por quê o senhor deu aos seres humanos apenas uma asa, quando são necessárias duas asas para poder se voar e para poder ser livre?

Conhecedor que era de todas as respostas, ele não teve pressa para falar, e disse:

- Eles podem voar sim, meu anjo. Dei aos humanos apenas uma asa para que eles pudessem voar mais e melhor do que eu ou vocês, meus arcanjos. Para voar, meu amigo, você precisa de suas duas asas, embora livre, sempre estará sozinho, talvez da mesma maneira que eu. Mas os humanos, eles com a sua única asa, precisarão sempre das as mãos para alguém a fim de terem as suas duas asas. Cada um deles, tem na verdade um par de asas, uma outra asa em algum lugar do mundo que completa o par. Assim, eles aprenderão a respeitarem-se, pois quebrando a única asa de outra pessoa, eles podem estar acabando com as suas próprias chances de voar. Sendo assim, meu anjo, eles aprenderão amar verdadeiramente outra pessoa. Aprenderão que somente permitindo-se amar, eles poderão voar. Tocando a mão de outra pessoa, em um abraço correto e afetuoso, eles poderão encontrar a asa que lhes faltam e finalmente poderão voar. Pois somente através do amor, chegarão até onde eu estou, assim, como você meu anjo, eles nunca, nunca estarão sozinhos quando forem voar.."


domingo, 9 de outubro de 2016

Vou me acalmar a alma..


”[…]Vou me acalmar a alma, relaxar, deixa estar porque tudo irá passar, vou respirar fundo e deixar o meu sorriso fluir naturalmente. Preciso mesmo é de ficar em paz comigo mesma, deixar o coração quieto e sozinho. Preciso do meu tempo, do meu espaço, preciso de um pouco de solidão, ando precisando de sorrir e chorar sozinha, de cantar, de dançar, fumar, tirar pontas duplas do cabelo, preciso de pensar…sozinha. […]Quero apenas estar comigo mesma, nesse momento sou a melhor companhia para mim, não quero precisar de nada agora. Quando tudo estiver tranquilo, irei soltar o coração e esbanjar sentimentos outra vez, mas enquanto isso vou-me esconder, vou-me aquietar. “

                         ( Giggles B )


                                                      

O Náufrago.



"Após um naufrágio, o único sobrevivente agradeceu a Deus por estar vivo. E este único sobrevivente foi parar numa ilha deserta e fora de qualquer rota de navegação. E ele agradeceu novamente. Com muita dificuldade e os restos dos destroços, ele conseguiu montar um pequeno abrigo para que pudesse se proteger do sol, da chuva e de animais.
O tempo foi passando e a cada alimento que conseguia, ele agradecia. Um dia, voltando depois de caçar e pescar viu que seu abrigo estava em chamas, envolto em altas nuvens de fumaça. Desesperado, ele se revoltou e gritava chorando: “O pior aconteceu! Perdi tudo. Deus por que fez isso comigo?” Chorou tanto que adormeceu profundamente, cansado.
No dia seguinte, bem cedo, foi despertado por um navio que se aproximava. “Viemos resgatá-lo”, disseram. “Como souberam que eu estava aqui?”, perguntou. “Nós vimos o seu sinal de fumaça”, responderam eles."


                              ( Desconheço o Autor )